Insuficiência Respiratória Crônica

Entendendo a patologia

Insuficiência Respiratória Crônica: o que é?

É caracterizada pela incapacidade dos pulmões de manter níveis normais de gases (O² e CO²) no sangue. É mais frequentemente devido à doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) associada na maioria dos casos ao tabagismo ou à exposição ocupacional a poluentes. Mas várias doenças também podem causar deficiência de oxigênio: doença pulmonar intersticial, fibrose cística, asma crônica grave, doença cardíaca congênita, câncer de pulmão avançado, hipertensão pulmonar, etc.

Tipos de Insuficiência Respiratória Crônica

Insuficiência respiratória obstrutiva: resulta de uma obstrução parcial das vias respiratórias que reduz o fluxo de oxigênio. Três doenças pulmonares podem  estar  associadas como doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) , asma e enfisema.

Insuficiência respiratória restritiva: relacionada  a uma diminuição da capacidade pulmonar, que pode ser causada por danos da bomba respiratória  e alterações do centro respiratório no cérebro.

Insuficiência Respiratória: diagnóstico e exames

Conheça o Diagnóstico

Conheça alguns dos procedimentos médicos que permitem estabelecer o diagnóstico e avaliar a gravidade da doença

  • A oximetria é a estimativa da quantidade de oxigênio no sangue ou saturação de oxigênio (SpO²). Esse teste pode indicar se o nível de oxigênio no sangue está muito baixo (SpO2²<88%). 
  • A gasometria arterial permite medir com precisão as quantidades de O² (ou PaO²) e dióxido de carbono (ou PaCO²) presentes no sangue.
  • Espirometria e teste de função pulmonar: avalia a capacidade e volumes pulmonares a fim de detectar o tipo e sua gravidade.
  • Avaliação Cardíaca através de eletrocardiograma e ultrassonografia.
Insuficiência Respiratória: mudar estilo de vida

Dicas para viver melhor

As dicas sobre mudanças no estilo de vida podem ser complementados por fisioterapia respiratória, a fim de desobstruir os brônquios, e por tratamentos com medicamentos para conforto e estabilização da doença.

  • Elimine fatores de risco como cessar o tabagismo, evitar fatores agravantes como o fumo passivo, poluição e  sobre medicamentos que podem prejudicar sua respiração com determinação médica.
  • Adote uma  alimentação equilibrada;
  • Pratique regularmente atividade física: o ajudará a prevenir o desgaste muscular e preservar  sua liberdade e autonomia.

Referências

1.https://www.orkyn.fr/mon-traitement-suivi-domicile-insuffisance-respiratoire/quest-ce-que-linsuffisance-respiratoire 
2.https://www.orkyn.fr/mon-traitement-suivi-domicile-insuffisance-respiratoire/diagnostic-linsuffisance-respiratoire
3.Insuficiência respiratória crônica e insuficiência respiratória aguda, E Orvoën-Frija, Pitié-Salpêtrière, 2011)
4.Insuficiência respiratória crônica m. Krempf, m. Murris, s. Pontier (Faculdade de Medicina de Toulouse)