Apneia do Sono: Alice compartilha sua experiência

seu marido Paulo foi diagnosticado com apneia obstrutiva do sono

Alice & Paulo

Alice sentiu-se aliviada quando seu marido Paulo foi diagnosticado com apneia obstrutiva do sono (AOS). Ele vinha sofrendo com problemas respiratórios há alguns anos.

Como você descobriu que Paulo estava sofrendo de Apneia do Sono?

Existe correlação entre a obesidade de Paulo e o fato dele roncar muito. E quando digo muito, não estou exagerando. Eu não conseguia dormir por causa do barulho, então passei a conversar com um amigo sobre as soluções possíveis. Ele me disse que Paulo tinha todos os fatores de risco relacionados à apneia do sono, uma doença da qual ele mesmo também sofre: 45 anos de idade quando descobri, um ronco terrível, bem acima do peso ideal, e sentindo-se cansado de manhã…

A partir daquele momento, comecei a pesquisar o assunto na internet. Passei a prestar mais atenção à noite e descobri que Paulo pausava sua respiração e acordava sozinho repentinamente. Tinha chegado a hora de conversar com um médico e investigar.

Paulo fez um exame do Sono?

Sim, ele fez um teste do sono e foi diagnosticado com AOS, e para mim, foi um enorme choque ver os resultados! Eu estava acostumada a conviver com a obesidade e suas consequências, claro que preferia que Paulo perdesse peso. E devo admitir, eu não estava preparada para descobrir a apneia.

Descobrimos que Paulo parava de respirar dezenas de vezes, por 30 ou 40 segundos sucessivamente. Naquela noite, ele quase parou de respirar por um período total de uma hora.

Após falar com um especialista do sono, percebemos que aquilo estava privando seu cérebro de oxigênio e sobrecarregando o seu coração. 

Decidimos imediatamente buscar tratamento. Me senti bastante aliviada depois que identificamos as causas da sua doença e após iniciar o tratamento, que comprovou ser eficaz e mudou realmente nossas vidas.

O que o tratamento da AOS mudou na sua vida cotidiana?

Muitas coisas!

Agora ele consegue dormir bem novamente, e eu também. Acordamos nos sentindo revigorados.

E o que é mais importante, sabemos que a saúde do Paulo está estável e não está sofrendo prejuízos. Isso significa muito para mim.

Após alguns meses de tratamento, acho que a AOS não é mais um problema.

Questão controlada e resolvida! E sinto orgulho da coragem e da perseverança do Paulo.

Nosso relacionamento melhorou muito. Paulo agora está cheio de energia e isso beneficia toda a família!

É difícil dormir com CPAP?

Paulo se acostumou com ela muito rapidamente. Provavelmente levou algumas semanas. As crianças também, após termos explicado que o papai precisava de uma máquina para ajudá-lo a dormir. Não dissemos para eles que ele precisava da máscara para respirar, pois não queríamos assustá-los.

Quanto a mim, foi uma escolha fácil entre ter um tubo de ar voltado contra meu rosto de vez em quando, e viver com essa ameaça suspensa permanentemente sobre nossas cabeças.

Com relação à nossa organização familiar, fomos nos adaptamos a isso, um pouco mais a cada dia.

Ela está sempre aqui. Não podemos sair de casa sem ela quando planejamos passar a noite fora

Muitos se preocupam com o relacionamento íntimo antes de iniciar o CPAP

É compreensível, mas não mudou absolutamente nada para nós. Usar uma máscara tão grande não é nada elegante, mas não afeta nosso relacionamento íntimo, exceto que... Não devemos esquecer que uma máscara CPAP supostamente só deve ser usada para dormir.

Quais dicas e conselhos poderia sugerir para conviver com Apneia do Sono?

Mudaram muitas coisas em termos da nossa rotina diária. Agora temos novos hábitos, mas não é nada demais se comparado ao risco de não tratar uma doença tão perigosa! Nosso relacionamento melhorou muito. Paulo está até mesmo pensando em iniciar um plano de emagrecimento… Paulo agora está cheio de energia e isso beneficia toda a família. Podemos encarar o futuro de forma positiva.

Você ronca?

O ronco alto e frequente é um dos indicadores de apneia do sono. No entanto, nem todos os roncadores têm a doença. Está em dúvida se você sofre de apneia do sono?

> Faça o teste completo