Conheça a importância da Enfermagem na Nutrição Enteral

Publicado em Março 18, 2022

Enfermeiro administrando equipamento para Nutrição Enteral

O que é Nutrição Enteral?

Indicada para pacientes que não conseguem se alimentar por via oral, a nutrição enteral é uma categoria de alimentação na qual a ingestão é feita por um tubo ou sonda flexível. Essa via pode ser introduzida pelo nariz e posicionada no estômago ou no intestino delgado, é possível também acoplá-la direto no abdômen. O conteúdo a ser ingerido é manipulado de modo a fornecer todos os nutrientes necessários para cada caso e chega ao usuário na forma líquida. 

O Ministério da Saúde define nutrição enteral como todo e qualquer “alimento para fins especiais, com ingestão controlada de nutrientes, na forma isolada ou combinada, de composição definida ou estimada, especialmente formulada e elaborada para uso por sondas ou via oral, industrializado ou não, utilizada exclusiva ou parcialmente para substituir ou complementar a alimentação oral em pacientes desnutridos ou não, conforme suas necessidades nutricionais, em regime hospitalar, ambulatorial ou domiciliar, visando à síntese ou manutenção dos tecidos, órgãos ou sistemas.” 

Quando se trata da administração da dieta enteral, o ideal é que ela seja feita em intervalos de 3 a 4 horas. No entanto, isso deve ser alinhado e estipulado pelo profissional de saúde. Em alguns casos, a administração pode ser feita de forma contínua, com o auxílio de uma bomba de infusão. Com este equipamento, a alimentação é melhor recebida pelo organismo, principalmente nos pacientes em que a sonda está ligado ao intestino, já que o aparelho imita os movimentos intestinais.

Principais cuidados na Nutrição Enteral

Para que esse tratamento funcione da forma adequada o trabalho da enfermagem é indispensável. Entre os principais cuidados na nutrição enteral estão: a higienização para evitar contaminação, administração de equipamentos, observação do paciente para evitar complicações, certificação da qualidade nutricional e da funcionalidade do tratamento. 

O profissional da enfermagem é responsável por gerenciar a nutrição enteral, desde a manutenção e controle da via escolhida, até o volume administrado e as mais variadas reações que o paciente possa apresentar durante o processo. Esse cuidado é ainda mais importante no ambiente domiciliar. O enfermeiro tem o preparo necessário para orientar o paciente e sua família, transmitindo segurança, conforto e esperança.

Referências

VEJA SAÚDE | REVISTA ABRIL | DR. SÉRGIO ALBERTO RUPP DE PAIVA | 2017 | Disponível em: https://saude.abril.com.br/coluna/alimente-se-com-ciencia/o-que-e-nutri…

Conheça a importância da enfermagem na nutrição enteral

Indicada para pacientes que não conseguem se alimentar por via oral, a nutrição enteral é uma categoria de alimentação na qual a ingestão é feita por um tubo ou sonda flexível posicionado no estômago ou no intestino delgado. O conteúdo a ser ingerido fornece todos os nutrientes necessários para cada caso. Saiba mais.